QUEM SOU EU

Minha foto
Sou apenas "O PREGADOR". Neste blog resolvi postar alguns esboços, estudos e mensagens. Para mim, ser um pregador do evangelho é uma missão e nunca uma profissão. Sinta-se a vontade ao ler este blog, pois o Maná Diário do Pregador não pertence a nenhuma religião católica, protestante, evangélica, espírita, ou outra. Seja muito bem-vindo!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

AS DEZ VIRGENS


“ENTÃO o reino dos céus
será semelhante a dez virgens que,
tomando as suas lâmpadas,
saíram ao encontro do esposo.

E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas.

As loucas, tomando as suas lâmpadas,
não levaram azeite consigo.

Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas,
com as suas lâmpadas.

E, tardando o esposo,
tosquenejaram todas, e adormeceram.

Mas à meia-noite ouviu-se um clamor:
Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.

Então todas aquelas virgens se levantaram,
e prepararam as suas lâmpadas.

E as loucas disseram às prudentes:
Dai-nos do vosso azeite,
porque as nossas lâmpadas se apagam.

Mas as prudentes responderam, dizendo:
Não seja caso que nos falte a nós e a vós,
ide antes aos que o vendem,
e comprai-o para vós.

E, tendo elas ido comprá-lo,
chegou o esposo,
e as que estavam preparadas
entraram com ele para as bodas,
e fechou-se a porta.

E depois chegaram também as outras virgens,
dizendo: SENHOR, Senhor, abre-nos.

E ele, respondendo, disse:
Em verdade vos digo que vos não conheço.

Vigiai, pois,
porque não sabeis o dia
nem a hora em que o Filho do homem há de vir.”.
(Mateus 25:01-13).

- Jesus contou várias parábolas, para esclarecer o que significa estar pronto para seu retorno e como devemos viver até que Ele venha.

- Na parábola das dez virgens (25.1-3), Jesus nos ensina que cada um de nós é responsável por sua condição espiritual.

- Na dos talentos (25.14-30), mostra a necessidade de usarmos bem aquilo que Deus nos confiou.

- Na parábola das ovelhas e dos bodes (25.31-46), enfatiza a importância de atendermos aos necessitados.

- Nenhuma parábola descreve completamente nossa preparação.

- Antes, cada uma delas ilustra uma parte de todo este preparo.



- Essa parábola (dez virgens), se refere a um casamento.

- Naquela época, no dia do casamento, o noivo ia à casa da noiva para a cerimônia, então, os nubentes e um grande número de convidados dirigia-se à casa do noivo, onde se realizava uma festa, que geralmente durava uma semana inteira.

- As dez virgens eram damas de honra que esperavam para juntar-se aos convidados, a fim de participar da festa, mas, na parábola, devido à demora do noivo, cinco delas ficaram sem óleo para as suas lâmpadas.

- Quando conseguiram comprar o óleo necessário, já era tarde demais, não puderam unir-se aos outros na festa.



 "Eis que venho sem demora;
guarda o que tens,
para que ninguém tome a tua coroa".
(Apocalipse 03:11).

- Isso significa que, quando Jesus voltar para levar o seu povo para o céu, deveremos estar prontos.

- A preparação espiritual não pode ser comprada ou emprestada no último minuto.

- O nosso relacionamento com Deus é pessoal e individual, pertence somente a cada um de nós.


AS DEZ VIRGENS:



“ENTÃO o reino dos céus
será semelhante a dez virgens que,
tomando as suas lâmpadas,
saíram ao encontro do esposo.”.
(Mateus 25:01).

- As dez virgens representam todos aqueles que crêem em Cristo Jesus.

- Isto significa que existem dois tipos de pessoas que crêem no SENHOR: o prudente e o néscio.

- Independente de ser néscio ou prudente, as dez virgens representam toda a igreja de Cristo, que deve se manter “virgem”, incontaminada com as coisas deste mundo:



“Para a santificar,
purificando-a com a lavagem da água,
pela palavra,
Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa,
sem mácula, nem ruga,
nem coisa semelhante,
mas santa e irrepreensível.”.
(Efésios 05:26-27).

- A igreja que espera pela volta de Cristo Jesus é santificada, purificada pela Palavra para se apresentar diante Dele gloriosa; sem mácula, sem ruga e irrepreensível.

- Infelizmente esta parábola nos mostra que pelo menos 5% da igreja que espera a volta do SENHOR, não têm guardado sua pureza.

- Então surge a pergunta: porque metade dos crentes existentes se contamina com as coisas deste mundo; porque tantos cometem o adultério espiritual deitando-se com outros deuses?

- A resposta está bem clara:

“E cinco delas eram prudentes,
e cinco loucas.
As loucas,
tomando as suas lâmpadas,
não levaram azeite consigo.”.
(Mateus 25:02-03).



- Pelo menos 5% da igreja agem como as cinco virgens loucas.

- Pelo menos 5% daqueles que esperam a vinda do SENHOR tomaram suas lâmpadas, no entanto, não levam consigo o azeite.

- O azeite aqui, representa a pessoa do Espírito Santo, que é o que mantém acesa a chama da fé no SENHOR em cada um de nós.

“O espírito do homem é a lâmpada do SENHOR,
que esquadrinha todo o interior
até o mais íntimo do ventre.”.
(Provérbios 20:27).



- O espírito do homem é a lâmpada que foi acesa com a pregação do evangelho, mas o que mantém seu espírito vivo como uma chama é a presença contínua do óleo santo no íntimo de cada crente.

- Muitos ao ouvirem a respeito de Cristo Jesus são vivificados no seu íntimo, mas com o tempo devido às tempestades da vida deixam a chama apagar por falta de óleo.

- De quais os 5% de crentes você faz parte?



- Você mantém a chama acesa, ou a deixou apagar devido às tempestades da vida?


AS CINCO VIRGENS PRUDENTES:



“Mas as prudentes
levaram azeite em suas vasilhas,
com as suas lâmpadas.”.
(Mateus 25:04).

- Cinco das dez virgens eram néscias, mas cinco eram prudentes.

- As cinco virgens néscias quando submetidas pela grande prova do tempo, se cansaram de esperar e a chama apagou.

- As cinco virgens prudentes foram submetidas pela mesma prova, mas ao invés de desistirem e deixar apagar suas lâmpadas continuaram iluminadas, porque além do óleo que havia em suas lâmpadas, levaram uma reserva de óleo em suas vasilhas.



- Todo crente recebe unção de Deus ao ouvir a pregação do Evangelho, mas nem todo cristão se preocupa em buscar mais de Deus do que apenas ouvir o sermão de domingo.

- As cinco néscias representam aquele crente que enche a lâmpada de óleo todo domingo, e neste dia vive na luz, mas no resto da semana vive em trevas por falta de óleo.



- Se Jesus voltar na quinta feira, a virgem néscia ficará a ver navios, enquanto a virgem prudente será arrebatada aos céus, pois leva consigo óleo para todo o tempo:

"Em todo o tempo sejam alvas as tuas roupas,
e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça.".
(Eclesiastes 09:08).

- Este crente que mantém alvas suas vestes, e está sempre cheio do Espírito Santo não é aquele que fica orando em línguas estranhas 24 horas por dia, mas aquele que edifica a sua vida em segurança sobre a Palavra de Deus.

- É aquele que pratica a Palavra, vive a realidade das verdades de Cristo e não a ilusão da religiosidade; é aquele que não se abala com a demora, pois tudo crê, tudo suporta:



“Tudo sofre, tudo crê,
tudo espera, tudo suporta.”.
(1º Coríntios 13:07).

- As cinco virgens néscias eram salvas da perdição do inferno, mas não tinham consigo óleo sobrando para permanecerem dignas desta condição.

- Eram consideradas loucas, porque representam aqueles crentes que falam muito, mas praticam pouco aquilo que pregam.

- Jesus deixou bem claro que o reino dos céus é tomado por esforço:

“E, desde os dias de João o Batista até agora,
se faz violência ao reino dos céus,
e pela força se apoderam dele.”.
Mateus 11:12).



- As dez virgens prudentes eram corajosas e determinadas; mostravam sua sabedoria através de suas obras e não só através de palavras.



- Você é um cristão que se esforça para melhorar a cada dia, ou acha que já está pronto pra encarar o grande Dia do SENHOR?

- Vivemos em um mundo onde o crente confunde segurança com arrogância.



- As virgens néscias representam aquele crente arrogante que confia naquilo que ele acredita, e não naquilo que o SENHOR ensina.

- Elas acreditavam que o óleo que havia na Lâmpada era suficiente, mas não era.

- As virgens prudentes acreditavam somente naquilo que o SENHOR ensinou:

"Vigiai, pois,
porque não sabeis
a que hora há de vir o vosso Senhor.".
(Mateus 24:42).



- Você acredita no SENHOR, ou nos seus próprios conceitos religiosos?


A VINDA DO NOIVO:



“E, tardando o esposo,
tosquenejaram todas, e adormeceram.
Mas à meia-noite ouviu-se um clamor:
Aí vem o esposo,
saí-lhe ao encontro.
Então todas aquelas virgens se levantaram,
e prepararam as suas lâmpadas.
E as loucas disseram às prudentes:
Dai-nos do vosso azeite,
porque as nossas lâmpadas se apagam.
Mas as prudentes responderam, dizendo:
Não seja caso que nos falte a nós e a vós,
ide antes aos que o vendem,
e comprai-o para vós.
E, tendo elas ido comprá-lo,
chegou o esposo,
e as que estavam preparadas
entraram com ele para as bodas,
e fechou-se a porta.
E depois chegaram também as outras virgens, dizendo:
SENHOR, Senhor, abre-nos.
E ele, respondendo, disse:
Em verdade vos digo que vos não conheço.”.
(Mateus 25:05:12).

- À meia-noite o esposo saiu-lhe ao encontro das dez virgens.

- A meia-noite representa a hora mais escura, o momento de dor e trevas.

- É nesta hora de trevas, que a luz do crente deve brilhar, mas infelizmente cinco das dez virgens estavam com suas lâmpadas apagadas.



"Porque vós mesmos sabeis muito bem
que o dia do Senhor
virá como o ladrão de noite;".
(1º Tessalonicenses 05:02).

- O noivo veio como um ladrão, sem avisar e pegou cinco das virgens com suas lâmpadas apagadas.

- As outras cinco virgens prudentes, estavam com suas lâmpadas bem acesas e entraram com ele para as bodas.

- As virgens prudentes tinham aquilo que as outras não tinham, e por isto não ficaram de fora como as néscias.

- No dia do arrebatamento acontecerá exatamente assim como Jesus descreveu na parábola das dez virgens.



- Nem todos os crentes serão arrebatados.

- Não basta estarmos com a vida correta e irrepreensível.

- É preciso ter algo mais.

- É preciso algo que o mundo não tem:



“O Espírito de verdade,
que o mundo não pode receber,
porque não o vê nem o conhece;
mas vós o conheceis,
porque habita convosco,
e estará em vós.”.
(João 14:17).

- No dia do SENHOR não basta ser pregador, pastor, cantor ou doutor em Teologia.

- No grande dia do SENHOR é necessário que todos nós estejamos com nossas lâmpadas acesas.

- É preciso que estejamos com óleo na lâmpada e nas vasilhas.



"Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens,
para que vejam as vossas boas obras
e glorifiquem a vosso Pai,
que está nos céus.".
(Mateus 05:16).

- É preciso estar resplandecendo na unção divina se quiser entrar nas bodas do Cordeiro.

- Eu costumo pregar sobre este usando como ilustração um balão que sobe somente porque está cheio de ar quente.

- E o ar quente do crente que quer subir com o SENHOR é o Espírito Santo!



- Encha a sua lâmpada de óleo, mas não se esqueça de encher as vasilhas.


"A ÚNICA VERDADE QUE LIBERTA É A DE DEUS
AS OUTRAS APENAS MACHUCAM"

*

3 comentários:

  1. aleluiaaaaaaaaaa....q palavra boa....recebi muito dela....estava precisando de uma palavra...fica na paz meu amado...

    ResponderExcluir
  2. conhecereis a verdade e a verdade vos libertará, João 8 - 32

    ResponderExcluir
  3. parabéns pelo esbolço

    ResponderExcluir