QUEM SOU EU

Minha foto
Sou apenas "O PREGADOR". Neste blog resolvi postar alguns esboços, estudos e mensagens. Para mim, ser um pregador do evangelho é uma missão e nunca uma profissão. Sinta-se a vontade ao ler este blog, pois o Maná Diário do Pregador não pertence a nenhuma religião católica, protestante, evangélica, espírita, ou outra. Seja muito bem-vindo!

domingo, 1 de maio de 2011

A FIGUEIRA ESTÉRIL



“E dizia esta parábola:
Um certo homem tinha uma figueira
plantada na sua vinha,
e foi procurar nela fruto, não o achando;
E disse ao vinhateiro:
Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira,
e não o acho.
Corta-a; por que ocupa ainda a terra inutilmente?
E, respondendo ele, disse-lhe:
Senhor, deixa-a este ano,
até que eu a escave e a esterque;
E, se der fruto, ficará e,
se não, depois a mandarás cortar.”.
(Lucas 13:06-09).



INTRODUÇÃO:

- No Antigo Testamento, uma árvore frutífera freqüentemente era usada como um símbolo de uma vida reta:



“Pois será como a árvore
plantada junto a ribeiros de águas,
a qual dá o seu fruto no seu tempo;
as suas folhas não cairão,
e tudo quanto fizer prosperará.”.
(Salmos 01:03).

- Jesus indicou o que aconteceria com o outro tipo de árvore, a que tomou tempo e espaço valiosos e nada produziu para o paciente jardineiro.

- Através desta ilustração, Jesus advertiu seus ouvintes de que uma árvore que não frutifica, corre o risco de ser cortada.



- Mas também existe nesta passagem, uma demonstração de compreensão e amor do jardineiro para com a figueira, do qual passaremos a estudar agora.


UMA FIGUEIRA NO MEIO DE UMA VINHA:



“E dizia esta parábola:
Um certo homem tinha uma figueira
plantada na sua vinha,
e foi procurar nela fruto, não o achando;”.
(Lucas 13:06).

- Primeira pergunta que devemos fazer nesta parábola de Jesus é: “O que uma figueira fazia no meio de uma vinha?”.

- Uma vinha destina-se ao cultivo de uvas e não de figos.

- Curiosamente, Jesus faz questão de dizer, que a árvore que tinha plantado numa vinha, era uma figueira.

- Este detalhe quase passa despercebido por nós amados, mas se Jesus fez questão de dizer que era figueira que estava plantada no meio de uma vinha, era porque Ele queria nos dizer algo mais.

- O que eu aprendo com isto, é que uma árvore plantada no lugar errado, nunca poderá produzir frutos.



- Existem muitos cristãos que não produzem para Cristo os frutos do qual foram destinados a produzirem, porque estão “plantados” no lugar errado.

- A terra, o campo, o clima onde aquela figueira estava plantada, não era propícia para o plantio de uma figueira.

- Aquele campo oferecia as condições necessárias para plantação de um vinhedo, e não de uma figueira.

- Sendo assim, muitos de nós também não produzimos mais para Cristo, não porque somos inúteis, mas porque muitas vezes estamos no lugar errado.

- Devemos orar e pedir a orientação de Cristo, e Ele através do Espírito Santo nos conduzirão para o “campo” onde produziremos muito mais.


O VINHATEIRO MANDA CORTAR A FIGUEIRA:



“E disse ao vinhateiro:
Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira,
e não o acho. Corta-a;
por que ocupa ainda a terra inutilmente?”.
(Lucas 13:07).

- O vinhateiro, que há três anos vinha e não achava frutos na figueira, aborrecido com sua improdutividade, mandou cortar a figueira.

- Ainda disse em um tom enraivecido que aquela figueira estava ocupando um lugar na terra inutilmente.

- O vinhateiro era um homem muito ocupado, e uma vez por ano apenas, visitava a vinha.

- Ele não estava no vinhedo durante o ano inteiro, pois ele disse que vinha já há três anos naquele local, e não achava fruto na figueira.

- Dizendo isto, concluímos que ele não conhecia bem a situação daquela figueira, não sabia das condições contrárias das quais ela enfrentava, então ele não era a pessoa mais indicada para mandar cortá-la.




- Assim também acontece conosco amados, muitas vezes somos chamados de inúteis por homens que não sabem nada das nossas vidas.

- Homens que não sabem aquilo que nós passamos durante um ano inteiro, vêm lá de vez em quando exigir algo de nós, que está muitas vezes além da nossa capacidade.

- Você não é um inútil, e o SENHOR sabe disso; não permita que o “vinhateiro” faça com que você acredite que está ocupando espaço inutilmente na terra.


O CUIDADO DO JARDINEIRO:



“E, respondendo ele, disse-lhe:
Senhor, deixa-a este ano,
até que eu a escave e a esterque;
E, se der fruto, ficará e,
se não, depois a mandarás cortar.”.
(Lucas 13:08-09).

- A pessoa responsável pelo cuidado da vinha, o jardineiro, antes de cortar a figueira pede ao vinhateiro que lhe desse mais um ano, para que sob os cuidados dele, fosse adubada e assim produziria frutos ou não.

- Se produzisse seu fruto, a figueira seria poupada, mas se continuasse a negar-se de frutificar depois dos cuidados do jardineiro, ela seria cortada.

- Graças a Deus, havia naquela vinha um homem que compreendia a situação daquela figueira estéril, e graças a Deus este homem também estava disposto a ajudá-la a produzir seu fruto.

- Nas nossas vidas é assim também amado.

- Muitas vezes as pessoas querem acabar conosco sem nem ao menos nos dar uma chance de verdade naquilo que podemos realmente produzir.

- Às vezes nos dão uma oportunidade para fazer algo, mas nos colocam num lugar onde não é o nosso.

- E se fracassamos neste lugar, que não é o nosso, logo querem nos cortar fora dizendo que ocupamos inutilmente espaço na terra.



- Mas assim como aquela figueira foi compreendida pelo jardineiro, nós também somos compreendidos por Deus amados.

- O jardineiro pediu mais um tempo para escavar em volta raiz da figueira, e também para por adubo na figueira.

- A partir daquele momento, o jardineiro daria uma atenção pessoal àquela figueira para que ela produzisse seu fruto.

- Existem pessoas que precisam de uma atenção pessoal e especial para que produzam em suas vidas.



- Existem pessoas que nunca tiveram uma chance verdadeira de mostrar suas verdadeiras capacidades, e é por isto que muitas delas caem.

- E eu estou falando de uma chance de verdade.



- Até aquele dia, as vinhas eram o centro da atenção, e a figueira estava ali no meio delas apenas.

- A vinha era tratada, cuidada, amada, regada, podada e etc.

- A figueira estava ali, apenas.

- Quantas vezes nós também somos tratados assim; somos esquecidos ali num canto do pomar enquanto as vinhas...



- Se você é uma figueira esquecida no meio das vinhas meu amado, e até tenha sido ameaçada de ser cortada fora, saiba que o jardineiro vai começar a cuidar de você.

- Talvez os sistemas políticos, financeiros e religiosos tenham deixado você para trás, e hoje quer lhe cortar fora como se você fosse uma árvore inútil.

- Ore ao SENHOR neste momento e peça que envie o jardineiro pra cuidar de você.

- O jardineiro quer viver junto com você, e não passar na sua vida de vez em quando.

- O jardineiro é o Espírito Santo meu amado.



- Enquanto os doutores da lei se acham os donos do mundo, e andam procurando gente pra matar, o jardineiro anda a procura de almas para salvar.

- Entregue sua vida aos cuidados do jardineiro, e produza os frutos do Espírito.


CONCLUSÃO:



“Mas o fruto do Espírito é:
amor, gozo, paz, longanimidade,
benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Contra estas coisas não há lei.”.
(Gálatas 05:22-23).
- Os frutos são do Espírito amados.

- Os frutos não são nossos, eles são do Espírito Santo.

- Para que estes frutos sejam produzidos através das nossas vidas, nós temos que entregá-la ao jardineiro Espírito Santo.

- Se for preciso nos transplantar para outro campo para frutificamos, Ele o fará.

- Não existe nada mais gostoso em uma árvore do que o seu fruto; você comer suas raízes, folhas ou até mesmo a casa grossa, mas é no fruto que está o sabor.



- Não é aquilo que aparentamos ser que vai atrair as pessoas para Cristo, mas é aquilo que vem de dentro da gente.

- Dê espaço para o Espírito Santo fluir através da sua vida, e certamente todos desfrutarão dos verdadeiros frutos através da sua vida.


"A ÚNICA VERDADE QUE LIBERTA É A DE DEUS
AS OUTRAS APENAS MACHUCAM"

*


Nenhum comentário:

Postar um comentário