QUEM SOU EU

Minha foto
Sou apenas "O PREGADOR". Neste blog resolvi postar alguns esboços, estudos e mensagens. Para mim, ser um pregador do evangelho é uma missão e nunca uma profissão. Sinta-se a vontade ao ler este blog, pois o Maná Diário do Pregador não pertence a nenhuma religião católica, protestante, evangélica, espírita, ou outra. Seja muito bem-vindo!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

A IMPORTANCIA DO SEXO


“E criou Deus o homem à sua imagem;
à imagem de Deus o criou;
homem e mulher os criou.

E Deus os abençoou,
e Deus lhes disse:

Frutificai e multiplicai-vos,
e enchei a terra, e sujeitai-a;
e dominai sobre os peixes do mar
e sobre as aves dos céus,
e sobre todo o animal que se move sobre a terra.”.
(Gênesis 01:27-28).

- Deus fez ambos, homem e mulher, à sua imagem.

- Um não foi feito à imagem de Deus mais que o outro.

- Desde o início, a Escritura coloca tanto o homem quanto a mulher no pináculo da criação.

- O sexo não é exaltado, tampouco depreciado.

- Porém, uma coisa é certa, sem a prática sexual entre o homem e a mulher, não poderíamos obedecer ao primeiro mandamento do SENHOR:

“Multiplicai-vos, e enchei a terra!”.


- É através do sexo que o SENHOR nos deu a capacidade de nos multiplicar e encher a terra de novos seres humanos, cada um, Sua imagem e semelhança.

- O plano de Deus é perfeito.

- Ele criou um planeta com condições naturais para a existência humana; e do pó (humo) deste próprio planeta criou o humano, e pôs dentro do humano um ser vivente e passou a nos chamar de alma vivente “SER HUMANO!”:



“E formou o SENHOR Deus
o homem do pó da terra,
e soprou em suas narinas o fôlego da vida;
e o homem foi feito alma vivente.”.
(Gênesis 02:07).

- Ser humano quer dizer: “Ser que vive dentro do humo (barro)!”.

- Deus fez o primeiro homem do pó da terra, porém, os demais seres humanos não seriam criados desta maneira.

- A partir do primeiro casal (Adão e Eva), os novos seres humanos seriam gerados através do sexo entre ambos.



- Perfeito!

- O SENHOR havia criado uma maneira natural de criar novos seres à sua imagem e semelhança.

- Porém amado (a), enquanto o SENHOR realizava sua grandiosa obra (HOMEM), Satanás observava atentamente sem entender exatamente o que o SENHOR fazia.

- Satanás e seu exército de anjos decaídos já habitavam a terra antes da criação do homem.



 "Mas Ele lhes disse:
Eu via Satanás caindo do céu como um relâmpago.".
(Lucas 10:18).

-Foram expulsos do céu após se rebelarem e enviados para a terra antes da criação humana.

- Eles estavam aqui já há muito tempo, e apesar de serem muito poderosos (havia juntamente com Satanás principados celestiais), não tinham o poder de criar nada.

- Em outras palavras, demônios não podem gerar novos demônios.

- Estes anjos decaídos existiam e existem em um número finito, ou seja, além do que existe, nenhum novo demônio será criado.



- E quando Satanás e seus demônios virão O SENHOR criar o homem e a mulher com a capacidade de gerar, criar mais vidas, eles, os demônios, pensaram que Deus havia criado um planeta onde seriam gerados novos “deuses” (humanidade) com muito mais poder do que eles.

- O poder de multiplicar a vida que SENHOR havia dado para o homem, foi à arma mais poderosa de amor que Ele havia criado para vencer o ódio que predominava sobre a face da terra.

- Satanás ao perceber que o mundo que até aquele momento pertencia a ele seria povoado por pequenos “deuses” mais poderosos do que ele, sentiu-se ameaçado.



- O mundo de ódio que ele havia idealizado seria povoado por pequenos “deuses” capazes de gerarem um mundo de amor.

- Satanás e seus anjos eram muito numerosos, mas eram limitados, porém, o SENHOR havia criado um novo ser com a capacidade de com o tempo ser muito mais numerosos do que o inferno inteiro.

- Satanás tremeu de medo!



- Quando Satanás percebeu a terra seria povoada por seres feitos a imagem e semelhança de Deus, sentiu que o seu “reinado” tinha chegado ao fim.

- Ele ouviu o SENHOR dizer para o homem: “SUJEITAI A TERRA!”.

- Em outras palavras, o SENHOR estava dando ao homem autoridade absoluta sobre tudo a que Ele havia criado na terra.

- A autoridade do homem é infinitamente superior a de Satanás e seus principados.



- E isto deixou Satanás furioso!

- Ele já havia sido expulso do céu e agora ainda seria mais uma vez humilhado, pois o homem a quem o SENHOR havia criado, além de ter autoridade sobre a terra, ainda tinha a capacidade de gerar mais e mais vida e era superior a ele (Satanás).

- Ao sentir-se ameaçado, logo tratou de investir contra o ser humano.

- Ele (Satanás) precisava urgentemente dar um jeito de destruir os pequenos “deuses” que o Criador havia gerado.

- Mas como Satanás faria isto?

- Primeiramente ele teria que por inimizade entre o Criador e o homem.



- Então sugeriu ao homem que desobedece ao Criador e comece o fruto do conhecimento do bem e do mal que lhes eram proibidos pelo Criador.

- O homem e sua mulher comerão o fruto e foram expulsos do Éden, porém, continuaram gerando vida através da prática sexual.

- Com o tempo, a humanidade foi se multiplicando conforme a vontade do Criador.

- Satanás aterrorizado, assistia os pequenos “deuses”, mais poderosos do que ele, multiplicando-se pela face da terra.



- Apesar da inimizade criada por ele entre o Criador e a humanidade, os humanos continuavam gerando mais vidas e , com o tempo, seriam mais numerosos que todos os anjos decaídos.

- Satanás estava desesperado, pois seu reinado estava chegando ao fim, até que um dia ele teve sua grande idéia!

- Ele, Satanás, tinha de criar um jeito onde homem e mulher não mais se relacionassem sexualmente.

- Sim! Seria uma ótima idéia!

- Se Satanás conseguisse convencer o homem e a mulher que o sexo entre ambos era um pecado ainda maior do que já tinham cometido no Éden, com o tempo a humanidade seria extinta.

- Mas como Satanás convenceria a humanidade que o sexo era pecado?



- Através da religião amado (a)!

- Ele, Satanás, inspirou a humanidade a criar religiões onde o sexo seria considerado pecado mortal.

- Desde a antiguidade existem seitas religiosas tão satânicas que fazem do sexo algo abominável aos olhos do Criador, mas não é.

- Sem a prática sexual você e eu não existiríamos.

- O primeiro mandamento do Criador foi: “Frutificai e multiplicai-vos!”.



“E criou Deus o homem à sua imagem;
à imagem de Deus o criou;
homem e mulher os criou.

E Deus os abençoou,
e Deus lhes disse:

Frutificai e multiplicai-vos,
e enchei a terra, e sujeitai-a;
e dominai sobre os peixes do mar
e sobre as aves dos céus,
e sobre todo o animal que se move sobre a terra.”.
(Gênesis 01:27-28).

- Como nós nos multiplicaríamos sem a prática sexual?

- Como o Criador consideraria pecado algo que Ele mesmo criou?

- Amado (a), quem considera pecado a prática sexual é o sistema religioso, sistema este que não serve aos interesses do Criador, mas aos interesses de Satanás.

- Existem “igrejas” que ensinam que sexo com prazer entre o casal é pecado!



- Existem “pastores” tão pretensiosos que criaram uma lista daquilo que o casal pode ou não pode fazer sexualmente...

- Misericórdia!

- A Escritura nunca depreciou a prática sexual entre o casal!

- Se você amado (a), sente-se culpado (a) por sentir prazer ao fazer sexo com seu cônjuge, saiba que você não está em pecado.



- O prazer é uma conseqüência inevitável na prática sexual.

- Mas o espírito de Satanás, tem convencido os religiosos que prazer sexual entre o casal é pecado.

- Satanás fez tudo isto porque sabe que o homem é superior a ele.



- Teve todo este trabalho porque sabe que sua autoridade na terra é inferior a nossa, e quanto mais homens existirem no mundo, mais pés haverão de pisar sobre a sua cabeça.

- Satanás inspirou homens a criarem suas próprias religiões e através destas fazerem seus seguidores sentirem-se culpados, pois segundo eles, tudo é pecado.

- Nós não precisamos de religiões para nos ensinar a fazer sexo, nossa própria natureza carnal (doada pelo Criador), se encarrega disto.



- Precisamos conhecer a perfeita vontade do Criador em todas as áreas da nossa vida, e não somente na área sexual.

- Uma religião seja ela qual for, querer ensinar pessoas a fazer sexo seria o cúmulo da manipulação psicológica.



"Quanto a vós outros,
a unção que dele recebestes permanece em vós,
e não tendes necessidade de que alguém vos ensine;
mas,
como a unção vos ensina a respeito de todas as coisas,
e é verdadeira, e não é falsa,
permanecei nele,
como também ela vos ensinou.".
(1º João 2:27).

- A unção do Espírito em nossas vidas, aos poucos nos dá consciência semelhante a de Cristo Jesus, santificando assim toda a nossa vida e não somente o leito matrimonial.

- Se existe algo errado que precisa ser mudado na sua vida, seja qual for a área, o Espírito lhe convencerá através da Palavra a necessidade de mudança:



“... Não por força nem por violência,
mas sim pelo meu Espírito,
diz o SENHOR dos Exércitos.”.
(Zacarias 04:06).

- Estas pregações violentas onde alguns “pregadores” condenam ao inferno os casais que se amam com prazer, são desprovidas da Graça do Criador.

- Tais “pregadores”, na realidade são vendedores de livros, DVDs, CDs, do tipo: “COMO O CRENTE DEVE FAZER SEXO!”.



- Eles escolhem um tema polêmico e procuram na Escritura uma maneira de ganhar dinheiro em cima disto.

- Isto não é Evangelho; isto é comércio amado (a).

- Esses pseudos “pastores” já perderam o foco da verdadeira necessidade da humanidade, que se chama novo nascimento.



- Enquanto eles ficam vendendo seus evangelhos, cheio de regras até para a pratica sexual, Satanás lhes agradeçe.

- Enquanto o Criador deseja que a humanidade se multiplique e através de Cristo Jesus desfaçam as obras do Diabo, líderes religiosos espalham medo, culpa e terror.

- Um casal que sente-se culpado em relação ao sexo com o tempo adoeçe e, adoecido torna-se uma presa fácil para estes "pregadores".

- Depois de uma vida conjugal prejudica pelo medo e pela culpa de sentir prazer um no outro, muitos casais caem na teia destes profissionais do púlpito, pois para sentirem-se perdoados, são orientados a frequentar a "reunião de casias", onde devem levar uma oferta e comprar algum livro.

- Assim como a melhor maneira de vender remédio é criar uma doença, também a melhor maneira de vender  perdão é criar um pecado.

- Porém amado (a), o sexo entre o casal não é uma doença e muito menos um pecado.



- Quanto mais pessoas forem geradas com a capacidade de amar, menos ódio haverá no mundo.

- Por isto devemos construir um lar onde o casal tenha prazer um no outro.

- Um lar onde os filhos aprendam os valores de Cristo Jesus sem o peso da religiosidade.

- Fazendo isto, o mundo será povoado por pessoas de bem e não por religiosos fanáticos.


"A ÚNICA VERDADE QUE LIBERTA É A DE DEUS
AS OUTRAS APENAS MACHUCAM"

*

Nenhum comentário:

Postar um comentário