QUEM SOU EU

Minha foto
Sou apenas "O PREGADOR". Neste blog resolvi postar alguns esboços, estudos e mensagens. Para mim, ser um pregador do evangelho é uma missão e nunca uma profissão. Sinta-se a vontade ao ler este blog, pois o Maná Diário do Pregador não pertence a nenhuma religião católica, protestante, evangélica, espírita, ou outra. Seja muito bem-vindo!

domingo, 3 de julho de 2011

AUTOPIEDADE


- Sempre que falamos de pecado, nós pensamos de roubo, mentiras ou homicídio, mas hoje eu quero referir-se a outro pecado, que é geralmente escondido em nossas igrejas, nossas casas, e até mesmo em nossas próprias vidas.

- A pior parte é que não percebemos que é um pecado, e que é um inimigo de nossas almas.

- É o pecado da autopiedade, ou sentir pena de nós mesmos.

- Você me pergunta: “Onde está o pecado? O bom Deus sabe o que eu estou passando, o que estou sofrendo...”.

- Deixe-me explicar em que medida a auto-piedade é tão mau como mentir, roubar ou matar.



- A autopiedade sempre foi uma ferramenta do Diabo, que usou para se afastar da vontade de Deus.

- Ele tentou usar a auto-piedade para tentar a Cristo Jesus:

“E Pedro, tomando-o de parte,
começou a repreendê-lo, dizendo:
Senhor, tem compaixão de ti;
de modo nenhum te acontecerá isso.
Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro:
Para trás de mim, Satanás,
que me serves de escândalo;
porque não compreendes as coisas que são de Deus,
mas só as que são dos homens.”.
(Mateus 16:22-23).

- Satanás usou um amigo de Jesus para lhe aconselhar a ter pena de si mesmo.



- Pedro, amigo de Jesus e fiel seguidor que eloqüentemente acabara de proclamar a verdadeira identidade do Mestre, procurou poupá-lo dos sofrimentos preditos por Ele.

- Mas se Jesus não sofresse e morresse, Pedro (e toda a humanidade) teria morrido em pecado.

- Grandes tentações podem vir da parte daqueles que amamos e procuram nos proteger.

- Tenha cuidado com o conselho de um amigo que diz: “É claro que Deus não quer que você enfrente isto!”.

- Muitas vezes, nossas maiores tentações vêm daqueles que estão apenas tentando nos livrar de desconfortos e aflições.

- Quando nós nos esforçamos para servir a Deus, quando nós passamos momentos de dor, também podemos ouvir a voz do inimigo que diz: “Tem misericórdia de você!”.

- Se considerarmos a situação de acordo com o nosso egoísmo, lamentavelmente paralisaremos nossa fé em Cristo.



- Mas devemos repreender este pensamento como Jesus fez.

- O que é realmente digno de se lamentar é o nosso pecado, porque uma vez arrependidos, encontramos o perdão e paz do SENHOR, como está escrito em:

“Agora folgo, não porque fostes contristados,
mas porque fostes contristados para arrependimento;
pois fostes contristados segundo Deus;
de maneira que por nós não padecestes dano em coisa alguma.
Porque a tristeza segundo Deus
opera arrependimento para a salvação,
da qual ninguém se arrepende;
mas a tristeza do mundo opera a morte.”.
(2º Coríntios 07:09-10).

- O sofrimento por nossos pecados pode resultar em mudanças de comportamento.

- Muitas pessoas sentem tristeza apenas pelos efeitos de seus pecados ou por terem sido surpreendidas pecando (este é o sofrimento sem arrependimento).

- Compare o remorso e o arrependimento de Pedro com a amargura e o ato suicida de Judas.

- Ambos negaram a Cristo.

- Um se arrependeu e foi restaurado à fé e ao serviço; o outro tirou a própria vida.



- A auto-piedade pode levar um homem ao suicídio.


SINTOMAS DE AUTOPIEDADE:



- Ao analisar a nossa situação e fixar os olhos em nós mesmos e não no SENHOR, nos reunimos todas as nossas impossibilidades e frustrações, e aí começamos a agir em autopiedade.

- Um exemplo disto está em:

“Também vimos ali gigantes,
filhos de Enaque, descendentes dos gigantes;
e éramos aos nossos olhos como gafanhotos,
e assim também éramos aos seus olhos.”.
(Números 13:33).

- Quando os dez espias voltaram com o seu relatório, depois de percorrer a terra, eles disseram que eram gigantes, e que eles acreditavam que o viam como gafanhotos.



- Quando enfrentamos os “gigantes” ou os problemas da nossa vida a partir de uma perspectiva humana, nos consideramos “gafanhotos” impotentes diante das dificuldades.

- Este pecado em nós incentiva o egocentrismo, o que significa que tudo em nossa vida gira em torno de nós mesmos, e não a respeito de Cristo.

- Se o nosso pensamento é para o SENHOR, temos paz:



“Tu conservarás em paz
aquele cuja mente está firme em ti;
porque ele confia em ti.”.
(Isaías 26:03).



AUTOPIEDADE COMO CHANTAGEM EMOCIONAL:



- Alguns usam a autopiedade ou vergonha para atrair para a atenção de seus pares e tê-los disponíveis.

- Ele quer que todos fiquem ao seu redor lamentando com ele suas dores.

- A autopiedade faz com que nós coloquemos nossa confiança na ajuda ou afeição das outras pessoas, e não em Deus.

“Assim diz o SENHOR:
Maldito o homem que confia no homem,
e faz da carne o seu braço,
e aparta o seu coração do SENHOR!”.
(Jeremias 17:05).

- Em tempos de dificuldade, os que confiam em homens empobrecerão e ficarão espiritualmente fracos, não tendo forças para continuar.

“Bendito o homem que confia no SENHOR,
e cuja confiança é o SENHOR.
Porque será como a árvore plantada junto às águas,
que estende as suas raízes para o ribeiro,
e não receia quando vem o calor,
mas a sua folha fica verde;
e no ano de sequidão não se afadiga,
nem deixa de dar fruto.”.
(Jeremias 17:07-08).



- Mas aqueles que confiam no SENHOR terão poder não apenas para suprir suas necessidades, mas também as de outras pessoas.

- A pessoa que sofre de autopiedade, parece sentir-se satisfeita em não produzir frutos, enquanto aqueles que realmente confiam no SENHOR, enfrentam os momentos de crise como árvores bem regadas e produtivas.


PAULO E SILAS NÃO SOFRIA DE AUTOPIEDADE:



“O qual, tendo recebido tal ordem,
os lançou no cárcere interior,
e lhes segurou os pés no tronco.
E, perto da meia-noite,
Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus,
e os outros presos os escutavam.”.
(Atos 16:24-25).

- A convicção de Paulo e Silas, de que o SENHOR tem todas as coisas na sua mão, não fizeram com que eles lamentassem as circunstancias na prisão.

- Pelo contrário, no momento mais escuro de suas vidas (perto da meia-noite), eles louvaram ao SENHOR alcançando assim a vitória de Deus para suas vidas.



- A auto-piedade é a principal porta de todos os vícios (drogas, álcool...), pois um dependente químico, tenta justificar o uso de um narcótico devido a dura realidade em que vive.

- Se toda realidade dura fosse motivo para se drogar, Jesus Cristo teria injetado morfina antes da cruz ou fugido como Satanás havia lhe aconselhado através de Pedro.

"Dizendo: Pai, se queres,
passa de mim este cálice;
todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.".
(Lucas 22:42).

- Ao se deparar com o momento mais difícil de seu ministério aqui na Terra, Cristo orou pedindo se possível, o Pai afastasse Dele o cálice que estava a provar.



- Mas mesmo assim, acreditando que seu sofrimento fazia parte de um propósito maior, termina sua oração dizendo: “Não se faça a minha vontade, mas a Tua!”.


CONCLUSÃO:



“E sabemos que todas as coisas contribuem
juntamente para o bem daqueles que amam a Deus,
daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”.
(Romanos 08:28).

- Deus opera em tudo para o nosso bem, não apenas em acontecimentos isolados.



- Isso não significa que tudo o que nos acontece seja bom.

- O mal prevalece neste mundo decadente, mas Deus é capaz de transformar todas as circunstancias que nos rodeiam, a fim de que nos sejam benéficas a longo prazo.

- Deus opera em tudo não somente para deixar-nos felizes, mas para cumprir seu propósito.

- Mas esta promessa não é para todos, é apenas para os que amam a Deus e são chamados Poe Ele; é somente para aqueles que o Espírito Santo convenceu de receber a Cristo.

- Tais pessoas têm uma nova perspectiva, uma nova maneira de pensar, uma nova criatura.

- Elas confiam em Deus, não nos tesouros corruptíveis; sua segurança está no céu, não na Terra.



- Sua fé não vacila com a dor da perseguição, porque sabem que o SENHOR está com cada uma delas.

- Ele esteve com Daniel na cova dos leões, com Paulo e Silas na prisão e está conosco em todas as circunstâncias.

- Não lamente; glorifique!


"A ÚNICA VERDADE QUE LIBERTA É A DE DEUS
AS OUTRAS APENAS MACHUCAM"

*

Um comentário: